terça-feira, 2 de março de 2010

PS:

Tive dificuldades em abstrair da mente. Quase morri no beco da dúvida. Bem sei que este blog só teve uma função: expor o que não deveria se exposto. No fundo, deixar as incógnitas pairando no ar, bocas falando o que não sabem, chega a ser divertido. Engraçado é que o silêncio reina. Raros comentários, nenhum prestígio ou crítica. Mas sempre línguas reforçando os traços que esboço, transformando as metáforas no que querem. E se divertem? Não me comovem. Mas chateiam de leve. Descubro uma fama nova a cada momento. E descubro que estou descoberta. Se quer saber, não era essa a intenção...mas vai ser impossível pensar em cotuca sem pensar em mim. E no mínimo, dá uma sensação de missão cumprida. Não quero discutir o meu amor. É demais pra mim, nem sei se cabe em frases, se tenho direito de resumi-lo em palavras. Só pra você, desgraça, saiu 'eu te amo' deste inferno. Mas já que é impecílio, e ninguém se importa com o meu amor, o que resta é: firmeza parceiro, única colocação: somos foda, fizemos história! Você se divertiu? Se não azar. Eu me diverti. E é o que vale.
Que você tenha um ótimo ano. Eu torço pelas pessoas mesmo que me sinta ridícula fazendo isso. Amar é foda, ainda mais quando é aquele sentimento abstrato e indiferente. Mas que não morre.
E dá licença, eu vou pra Porto Seguro *.*
CRÉU.

Nenhum comentário: